Exercícios& 
Fisioterapia Vol 1 & 2
Últimos Artigos
Participe da Lista de e-mails
Categorias

Sinapses e Arcos Reflexos

No primeiro post sobre Neuroanatomia aqui no Blog conversamos sobre as propriedades do protoplasma, como o sistema nervoso iniciou sua evolução de um organismo unicelular, para os pluricelulares e terminamos conversando sobre como aparecerem as sinapses entre neurônios.


Pois você deve lembrar que estávamos falando de platelmintos.


Neste exemplo da minhoca temos os elementos básicos do arco reflexo simples, ou seja, um neurônio aferente com seu receptor, um centro onde ocorre a sinapse e um neurônio eferente que se liga ao efetuador, no caso, os músculos.


Esse arco reflexo pode ser útil, permitindo a minhoca evitar estímulos nocivos de forma rápida sem ter que “pensar no movimento” o movimento ocorre automaticamente direcionado pela resposta do próprio gânglio do segmento.

Este arco-reflexo é intra-segmentar, pois o reflexo ocorre em apenas um segmento.


Então para que ela realmente fuja do estímulo nocivo é necessário que este reflexo reaja não apenas em um segmento mas em diversos, e para que isso ocorra existe no sistema nervoso deste animal u terceiro tipo de neurônio denominado, neurônio de associação, e desta forma diversos segmentos podem se mobilizar ao mesmo tempo e assim o animal foge do estímulo nocivo.




Damos o nome de arco reflexo inter segmentar, pois envolve mais de um segmento.

Introdução aos reflexos medulares dos vertebrados


As conexões neuronais da minhoca, permitem-nos compreender algumas das conexões da medula espinhal dos vertebrados, inclusive dos humanos.




Estas conexões são a introdução aos arcos reflexos simples, como o reflexo patelar, que é aquele teste que todos os médicos neurologistas comumente testam, batendo no tendão do quadríceps e verificando se a perna testada projeta-se em extensão de joelho.

Então como ocorre o reflexo patelar?


Ao bater o martelo de testes no tendão patelar, alongamos o tendão e isso estimula um estiramento repentino nele, ativando receptores do tendão, esses receptores levam essa informação até a medula espinhal (aferência até a medula), esse estimula é recebido na medula por um neurônio motor que vai até o músculo do quadríceps mandando informação para que o quadríceps contraia rapidamente.




Diferente dos anelídeos a medula dos vertebrados não possui uma segmentação tão evidente, há sim uma relação entre os segmentos vertebrais diferentes, algo como uma comunicação entre os níveis.


Então a parte aferente do arco reflexo se liga a parte eferente do segmento e de seus adjacentes.


A este momento você já deve ter pensado que devemos ter neurônios de associação na medula e a resposta é... sim claro que temos.


Você poderá ver na literatura que este reflexo patelar é um reflexo segmentar, mas nossos músculos não possuem fibras de apenas um segmento, devido aos neurônios de associação e pela ontogênese do sistema nervoso que veremos adiante nos próximos capítulos, mas antigamente pensava-se assim.


Outro exemplo clássico de reflexo intra-segmentar é o reflexo do coçar nos cães, mesmo em cães com lesões medulares acima das patas traseiras [vide desenho], conseguimos observar este reflexo, estimulando a pele do animal pela parte dorsal do tórax. Você pode observar nesta animação o reflexo do coçar onde a pata posterior do mesmo lado inicia uma série de movimentos rítmicos semelhantes ao coçar.


Este reflexo envolve os seguintes elementos: Neurônios sensitivos ligados a pele do segmento correspondente da parte torácica da medula espinha;


Neurônios de associação com um longo axônio descendente que está ligado ao segmento medular estimulado e que dão origem a nervos que vão até a pata posterior Ipisilateral.


Neurônios motores para os músculos da pata posterior.


No próximo post vamos falar sobre os tipos de neuronios do sistema nervo,

Contato

© 2014 by Fisioterapeuta Lucas Job 

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube

Entre em contato comigo por aqui

terei prazer em responder a qualquer 

dúvida

Visite nossas redes sociais:

Nome *

Email *

Assunto

Mensagem